sábado, 26 de julho de 2014

Suspeitos de tráfico de drogas são presos no distrito de Argenita

Imagem: Rede Integração/Divulgação
Uma denúncia anônima levou a Polícia Militar de Ibiá até o distrito de Argenita, com a finalidade de realizar uma operação para averiguar a possível existência de uma rede de tráfico de drogas. A operação foi realizada durante o dia de ontem (25), em uma casa e em duas pousadas da comunidade.

A denúncia foi confirmada pela PM, que após cumprirem um mandato de busca e apreensão, prenderam três pessoas suspeitas no envolvimento de tráfico de entorpecentes e outros delitos.

Durante a operação, os militares apreenderam maconha, celulares, dinheiro e três veículos. 

As três pessoas, juntamente com o material apreendido, foram levados para Delegacia de Polícia Civil de Ibiá e estão a disposição da justiça.

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Grávida é resgatada após passar mal dentro de ônibus em Araxá


A dona de casa, C. A. S., de 20 anos, moradora de Ibiá, precisou de ser resgatada por bombeiros do 6º Pelotão de BM de Araxá, depois de passar mal dentro de um ônibus rodoviário.

O caso aconteceu ontem (24), por volta das 14 horas em um ponto de ônibus, na avenida Dâmaso Drummond, no bairro Morada do Sol, em Araxá.

C. A. S., que está em seu terceiro mês de gestação, seguia de Ibiá para Uberaba em um ônibus da empresa Gontijo, quando durante a viagem começou a sentir fortes dores abdominais. Em seguida começou a ter contrações e percebeu que estava ocorrendo um sangramento vaginal. Imediatamente, passageiros avisaram o motorista que, assim que chegou em Araxá, parou em um ponto, próximo ao Batalhão do Corpo de Bombeiros e chamou o resgate.

Os bombeiros realizaram um atendimento pré-hospitalar à gestante e em seguida a conduziram para o PAM (Pronto Atendimento Municipal) de Araxá, onde foi prontamente atendida.


C. A. S. revelou aos bombeiros que já não se sentia bem, quando ainda estava na rodoviária de Ibiá, mesmo assim, decidiu embarcar no ônibus.

terça-feira, 22 de julho de 2014

Polícia Militar apreende dinheiro falso em Ibiá

Imagem: Polícia Militar de Ibiá
Mãe e filho foram presos no último sábado (19), suspeitos de fabricar e distribuir notas de dinheiro falso em Ibiá. A denúncia partiu de um telefonema anônimo, recebido pela Polícia Militar, dizendo que havia um jovem distribuindo notas falsas no comércio da cidade e que o mesmo residia em uma casa localizada no bairro São Benedito. De posse de todas as informações, os Militares seguiram para o endereço informado e comprovaram o fato ilícito.

Ao chegarem no local os Militares encontrou uma mulher, de 35 anos, mãe do jovem suspeito, que a princípio, negou todas as acusações.Mas a verdade veio à tona quando, ao averiguar o interior da casa, a polícia flagrou a mulher tentando esconder uma caixa de sapato, que estava cheia de papeis impressos com notas de 100, 20, 10, 5 e 2 reais, além de outros materiais usados para fazer o acabamento nas notas.

O filho da mulher, um rapaz de 18 anos, com várias passagens pela polícia por tráfico de drogas, chegou ao local no momento em que os militares abordavam sua mãe. Ele assumiu toda a culpa, dizendo que é o autor das notas e que a impressora usada para fabricar as notas, pertence a um menor de 16 anos. Ele confessou ainda, que o dinheiro falso seria distribuído nas barraquinhas da Festa de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito.

No celular do suspeito a polícia localizou várias mensagens relacionadas a vendas de drogas.
O adolescente, suposto dono da impressora, foi localizado e apreendido pela polícia que, após ser ouvido, foi liberado.

Os dois suspeitos foram transferidos na manhã de ontem (21) para o presídio de Patrocínio e vão responder por crime previsto no artigo 289 do Código Penal e podem pegar de 3 a 12 anos de reclusão, além de pagar multa. Estará sujeito à mesma pena quem importar ou exportar, adquirir, vender, trocar, ceder, emprestar, guardar ou introduzir na circulação moeda falsa. Mesmo tendo recebido de boa fé, comete crime, com pena prevista de seis meses a dois anos e multa, quem a recebe e a mantém em circulação, repassando a outros.

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Ex-prefeito de Ibiá é considerado inelegível


O Ministério Público Federal de Minas Gerais (MPF), considerou inelegível, o ex-prefeito de Ibiá, Ivo Mendes Filho (PCdoB), que se candidatou a Deputado Estadual nas próximas eleições. Mendes teve as contas do ano de 2012 rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) sendo portanto, barrado pela “Lei da Ficha Limpa".

O ex-prefeito teria gasto cerca de 2 milhões de reais sem dotação orçamentária, fato que é proibido por lei. Dotação orçamentária é toda e qualquer verba prevista como despesa em orçamentos públicos e destinada a fins específicos. Qualquer tipo de pagamento que não tenha dotação específica só pode ser realizado se for criada uma verba nova ou dotação nova para suprir a despesa.

Outros 16 candidatos mineiros também foram considerados inelegíveis e 1.124 tiveram suas candidaturas impugnadas, o que representa mais de 60% das candidaturas apresentadas para as eleições 2014. Com isso, Minas Gerais é o estado brasileiro com o maior número de candidatos "fichas sujas".

O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) tem até o dia 5 de agosto para julgar os processos de impugnação do registro de candidatura movidos pela Promotoria Eleitoral. Se for necessário, ainda caberá recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

RECOMENDAÇÃO

No mês passado, o procurador eleitoral Patrick Salgado recomendou a todos os órgãos de direção regionais dos partidos políticos que cumprissem os procedimentos legais na seleção de seus candidatos e na instrução de seus requerimentos, pois não haveria prazo hábil para diligências no intervalo de 5 dias disponível para análise dos quase 1.800 candidatos mineiros, mas, o enorme percentual de impugnações retrata a completa ausência de cuidado com o cumprimento da lei.